Bem vindo ao Anti-Religiosidade!

Combatendo heresias e compartilhado o amor e unidade do Evangelho,

sem estruturas, hierarquias ou complicações.



INTRODUÇÃO,
Antes de mais, convém esclarecer-vos de que para mim, nunca o termo igreja (eclesia), constitui-se num elemento negativo. Considero que negativo(a é a interpretação errada do que é Ser Igreja, nomeadamente de se a considerar como sendo um espaço, quando não o é mas sim, serem a(s pessoa(s que adora(m O Pai em Espírito e em Verdade, onde e com quem quer que esteja. O texto bíblico de partida para esta reflexão é: "E tendo feito um azorrague de cordéis, lançou todos fora do templo, também os bois e ovelhas; e espalhou o dinheiro dos cambiadores, e derribou as mesas; E disse aos que vendiam pombos: Tirai daqui estes, e não façais da casa de meu Pai casa de venda." Blo d'João, capítulo 2 versos 15 e 16

Jesus ao referir-se ao espaço do "Templo" fê-lo para que os que O ouviam, percebessem o que Ele queria dizer com a "casa de meu Pai" ... "casa de oração", e não como o espaço onde Deus habita, mas sim onde as pessoas (o Povo) naquela dispensação (a da Lei), procuravam como um todo comunhão com O Altíssimo. Ao lermos 2ª Crónicas 2:1, vemos que David e Salomão queriam fazer uma casa «ao nome» e não para a habitação de Deus. Mais à frente no verso 4, podes também ler qual era o propósito: "Eis que estou para edificar uma casa ao nome do SENHOR meu Deus, para lhe consagrar, para queimar perante ele incenso aromático, e para a apresentação contínua do pão da proposição, para os holocaustos da manhã e da tarde..."

Como é que David disse: "Alegrei me quando fui a casa do Senhor..." e Salomão, o seu próprio filho, admite que "Deus não mora em templos feitos por homens?!"


A VISÃO DE DAVID E SALOMÃO SEU FILHO SOBRE O TEMPLO, 
Ora o único propósito da mesma, era para estabelecer o sacrifício continuo para a remissão dos pecados do povo. Um local para os sacerdotes orarem e interceder pela nação. Mais, a presença de Deus no antigo testamento manifestava-se somente uma vez ao ano, no santo dos santos. E o templo de Salomão nada mais era que a edificação de um espaço que albergava a Tenda da propiciação que Ele mesmo tinha dito a Moisés para construir. No verso 6 do mesmo capítulo, Salomão assume a sua insignificância perante Deus e esse intento de construir-lhe uma casa «ao Seu nome» e não para a habitação da presença de Deus, quando declara: "Porém, quem seria capaz de lhe edificar uma casa, visto que os céus e até os céus dos céus o não podem conter? E quem sou eu, que lhe edificasse casa, salvo para queimar incenso perante ele?"

"Salvo para queimar incenso perante Ele..." (O tal propósito sacrificial). Vejamos mais da consciência e sabedoria manifesta por parte de Salomão: "Mas, na verdade, habitará Deus com os homens na terra? Eis que os céus, e o céu dos céus, não te podem conter, quanto menos esta casa que tenho edificado?" Blog d'2ª Crônicas, capítulo 6 verso 18

Vejamos agora como surgiu com David a questão de construir uma casa que os religiosos na cristandade dizem ser "para" Deus: "E pôs-se o rei David em pé, e disse: Ouvi-me, irmãos meus, e povo meu; em meu coração propus eu edificar uma casa de repouso para a arca da aliança do SENHOR e para o estrado dos pés do nosso Deus, e eu tinha feito o preparo para a edificar." Blog d'1ª Crônicas, capítulo 28 verso 2

Segundo estes textos quem propôs em seu coração edificar a tal casa?
»David! Segundo este texto, para qual seria o propósito da tal casa? 
» Repouso da Arca da Aliança, que tinha sido por Deus decretada ficar na tenda da propiciação, anteriormente dada por Ele como ordem a Moisés. 

Como podes(mos ver, a "coisa" está tão bem relatada que uma análise criteriosa deixa às claras que, nenhum dos dois tinha no seu coração o propósito de construir uma casa onde Deus pudesse habitar, até porque isso seria impossível naquela dispensação e só em Jesus por meio da Sua Obra de Redenção da Humanidade e por meio do Espírito Santo, que habita nos remidos é possível Deus habitar dentro dos Homens (ler Êxodo 25), como em Moisés tinha começado a aludir quando o Seu desejo era habitar «entre», próximo aos Homens e fazer de toda a nação de Israel um povo onde todos seriam sacerdotes (ler Êxodo 19:5 e 6), mas o povo não quis, rejeitou e desobedeceu isso que Deus tinha estipulado, e antes desejou que fosse uma elite (ler Êxodo 20:19).

Também a questão da tenda, que Moisés construiu sobe ordens de Deus por ser uma edificação humilde, simples, rude e frágil apontava para esse propósito de Deus habitar dentro do Homem e não em espaços feitos por mãos humanas - "Mas o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos de homens, como diz o profeta: O céu é o meu trono, E a terra o estrado dos meus pés. Que casa me edificareis? diz o Senhor, Ou qual é o lugar do meu repouso? Porventura não fez a minha mão todas estas coisas? Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como vossos pais." Atos 7:48-51 (e depois de Estevão ter dito isto, foi morto pelos religiosos de então, como muitos de nós somos pela expressão de outras verdades como esta).


A VISÃO DE JESUS E SEUS APÓSTOLOS DA IGREJA-PESSOAS ONDE DEUS HABITA, 
Hoje, as pessoas realmente "...não sabem que o «seu» corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em nós, proveniente de Deus..." 1º Blog d'Paulo aos Coríntios, capítulo 6 verso 19

Jesus ensinou-nos foi de um templo espiritual que começa e acaba nele, do qual as pedras da Sua edificação, são todos aqueles que n´Ele estão. No tempo de Salomão, a tenda ter passado a ficar dentro de um templo, teve a haver com a "vontade" permissiva de Deus e não com o Seu plano eterno. Quando Paulo utiliza o nome Igreja (eclesia), ele nunca centra a "questão" no local, mas nas pessoas que são a Igreja (eclesia). Vê quais são as referências no Novo Testamento, que aludem à igreja como pessoas que estão num local. Praticamente não existem referências que possam identificar Igreja como sendo o local. No entanto tal como em Filemom 1:2, existem um cem-número de referências pelas quais os apóstolos afirmam claramente, que não é a casa que é a Igreja, mas sim a Igreja que "está em casa", está na cidade (Coríntio), etc.

"À igreja de Deus «que está em Corinto..." 1ª Coríntios 1:2 | "...Febe a nossa irmã a qual serve na «igreja que está» em Cencréia." Romanos 16:1 | "Saudai aos irmãos que estão em Laodicéia e a Ninfa e «à igreja que está» em sua casa." Colossenses 4:15 | "...à igreja que está em tua casa..." Filemom 1:2

Vejamos o quanto Jesus valoriza a presença d´Ele e da divindade no íntimo do adorador, quando por exemplo Ele diz à mulher samaritana: "Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade." Blog d'João, capítulo 4 versos 23 e 24

...ou seja, onde e com quer que seja desde que seja em espírito e em verdade (Ler também Mateus 20:18). Outra coisa, bastante curiosa acerca do Templo em Israel, é que todo o povo de então e até o de agora o intitula como o "Templo de David; Templo de Salomão". Ora se é pertença, propriedade de David e de Salomão, não é de Deus. Ainda outra curiosidade acerca do Templo em Jerusalém, é que só após uns 300 anos depois de Salomão, é que o espaço intitulado por David e Salomão como uma "casa ao nome do Senhor", passou a ser chamada de Templo.

Isto justifica-se em termos históricos pelo facto do povo de Israel ter sido influenciado pelas culturas circundantes (seja pelos pactos, invasões, etc), as quais olhavam para os seus templos como os locais onde habitavam os seus deuses. Então, só após diversas divisões dentro dos reinos em Israel, as deportações e outros tantos pactos com nações estrangeiras, casamentos etc que influenciaram e deturparam a óptica dos significados simples e reais, que para o povo Judeu era aquela casa, uma casa de oração e sacrifício e não uma casa de comunhão com Deus: "E o SENHOR apareceu de noite a Salomão, e disse-lhe "Ouvi a tua oração, e escolhi para mim este lugar para casa de sacrifício." Blog d'2ª Crônicas, capítulo 7 verso 12


SINTETIZANDO,
Facilmente por estes e outros mais versos como estes, no Novo Testamento se percebe que a Igreja não é o local, mas sim as pessoas as quais estão num local (qualquer local que seja), é que são a Igreja (eclesia), e não é o espaço em si. Seja num Jardim, Café, Casa, Rua, etc... Mundo, a Igreja não é o local onde as pessoas estão, a Igreja É um Ente espiritual místico composto por pessoas de carne e osso, entre si ligadas espiritualmente e a Deus pelo Seu Espírito Santo, e ao qual correctamente se dá o nome de Corpo de Cristo, e não uma instituição religiosa.

Não nos esqueçamos também do que Jesus nos aconselha, quando disse aos Seus discípulos, que nos fins dos tempos vão vir homens a dizer que Deus/Jesus está ali e acolá mas que: "Então, se alguém vos disserEis que o Cristo está aqui, ou ali (locais, sítios templos, igrejas-edifício, etc*)» não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que eu vo-lo tenho predito. Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis." Blog d'Mateus, capítulo 24 versos 23 e 26

Mal está o crente que só se consegue viver o SER Igreja, na dependência circunstancial de eventos, tempos e espaços em partidarismos denominacionais, como se um «boi numa manada» se tratasse. O verdadeiro relacionamento espiritual com Deus, acontece primeiramente nos nossos corações - em qualquer hora e em qualquer lugar, para que de dentro para fora o meio ambiente seja contagiado por quem somos n´Ele, e não o contrário. Deus, não se alcança nas denominações ou em confissões religiosas, porque Ele só pode ser encontrado e revelado em Jesus Cristo que É O Único Caminho, Verdade e Vida por quem chegamos à intimidade do Pai! 


RESUMO,
A Igreja não é o local onde acontece a comunhão, a Igreja trata-se primeiramente da comunhão fraternal com Deus, pelo Espírito Santo no íntimo de cada indivíduo (seu discípulo , cujo coração de filho do Pai está exclusivamente centrado em Cristo. Só posteriormente somos levados por Deus a experimentarmos noutros, O Jesus que habita neles. Deus por Ser Espírito, não pode ser encontrado em locais ou edifícios. Deus conhece-se e alcança-se espiritualmente, no íntimo do nosso ser e Ele anseia por correr de dentro de nós (pessoas e não organizações) para outras pessoas, como rios de água vida (ler João 7:38). A Igreja não é edifícios nem denominações associativas religiosas. A Igreja somos nós; nós as pessoas e não os edifícios, as instituições ou a religião cristã. Ir-se à Igreja é simplesmente estar-se com outros em Nome de Jesus, e isto pode ser feito em qualquer lado ou momento.

Quem é discípulo de Jesus pode e deve SER Igreja a tempo-inteiro, onde e com quer que esteja e não enclausurar a sua espiritualidade a um edifício chamado de "igreja", ainda para mais quando Deus na bíblia nos diz que não habita em templos construídos por mãos humanas. Os discípulos de Jesus (aqueles que procuram, ama-Lo e seguir o que Ele ensinou - sem acréscimos ou aquém´s), devem ser "Mundanos" e não "Templários", pois para isso foram chamados e enviados para o Mundo (ler João 17:18), não para os lugares (templos construídos por mãos humanas) que a religião estabeleceu e Jesus em tempo algum aprovou ou promoveu, distorcendo assim o Seu chamamento e a Sua Palavra. As estruturas religiosas por mais espirituais que possam parecer, são completamente ineficazes e inúteis no processo individual de santificação do crente; isto porque a obra de regeneração é feita por única e exclusiva acção do Espírito Santo, em interacção pessoal connosco, nada tendo a ver com presença em cerimoniais ou frequência de espaços!

Links do Autor na Web: Twitter | Google+ | Scribd (Textos PDF)

NOTA DO AUTOR: Não são permitidas alterações ou modificações aos textos. A reprodução parcial ou total de excertos é permitida em páginas web ou quaisquer outros conteúdos, desde que a reprodução não tenha fins lucrativos. Em caso de reprodução parcial ou total, deverá ser SEMPRE efectuada após autorização por escrito do autor e nas mesmas deverá ser sempre colocado link do Blog - http://helderinocencio.tk, bem como Facebook - http://facebook.com/ovelhadesprotocolada, e enviado por email informação dos locais onde estes conteúdos foram reproduzidos.